Tag Archives: monitorizar

Redes Sociais: Monitorização e f-commerce  a 16 nov no ISVOUGA

5 Nov
JOANA CARRAVILLA       BRUNA NUNES
Joana Carravilla e Bruna Nunes são as oradoras da 17ª edição do ciclo de conferências ISVOUGA Marketing Sessions, a decorrer no dia 16 de novembro, pelas 19h, em Santa Maria da Feira.
 
Numa época em que efetivamente vivemos na Era Digital e em que muitas tarefas do nosso quotidiano passam pelas tecnologias e acesso à internet, o tema desta 17ª edição aborda o contributo que a correta monitorização das redes sociais pode dar ao sucesso dos negócios no mundo digital. A primeira edição deste ano letivo conta com a intervenção de Joana Carravilla, especialista em comunicação e análise de redes sociais e de Bruna Nunes, profissional de marketing que irá abordar o uso de redes sociais na dinamização de comércio eletrónico.
Joana Carravilla é diretora da E:LIFE Portugal, uma empresa líder em vários países na área de monitorização, análise dos media gerada pelo consumidor e gestão de relacionamento em redes sociais. Conta com uma carteira de clientes nacionais e internacionais de marcas conhecidas do público geral como a Galp, IKEA, Nestlé, NOS, Worten, Jameson Irish Whiskey, entre muitas outras.
Bruna Nunes é diretora de Marketing da Facestore (Aplicação E-commerce de vendas diretas no Facebook) e da VisualWork (Agência de Web Design), é portanto, especialista em Social Commerce, Marketing Digital e Vendas Online.
 O ciclo de conferências ISVOUGA Marketing Sessions é uma iniciativa do MKT:LAB, laboratório da Licenciatura em Marketing, Publicidade e Relações Públicas do ISVOUGA, e que desde 2011 promove a partilha de experiências entre conceituados especialistas, os alunos e a comunidade do Entre Douro e Vouga, para além do desenvolvimento de trabalhos aplicados em contexto real.
Como nas edições anteriores as inscrições são obrigatórias e gratuitas (na ligação em baixo).
Redes Sociais: Monitorização e f-commerce
A 16 de Novembro, o auditório do ISVOUGA, recebe a 17ª sessão ISVOUGA MARKETING SESSIONS. A conferência tem início às 19h e conta com a presença de duas oradoras: Joana Carravilla, a responsável pela E.Life Portugal, e Bruna Nunes, Chief Marketing Officer da FaceStore. Inscrições grátis mas obrigatórias em https://17marketingsessions.eventbrite.pt    Mais informações no blogue do evento: http://marketingsessions.isvouga.pt/

Texto de Fátima Andrade e Renato Sá, alunos 2º ano LMPRP

Anúncios

QSP Summit 2012: Criar ligações que duram

13 Mar
DR comScore

Gian Fulgoni, co-fundador comScore

Outra das presenças em destaque na sexta edição da QSP Summit foi Gian Fulgoni, co-fundador da empresa comStore. Numa entrevista publicada a 5 de Março de 2012, no jornal Dinheiro Vivo, encontram-se algumas das principais ideias referidas na intervenção, a 8 de Março, na Exponor. Para Fulgoni é importante: ligar, envolver, atingir e influenciar os consumidores, mas, alerta para a necessidade urgente de monitorizar e medir sempre qualquer acção.

As marcas podem retirar mais benefícios da sua publicidade online (display) usando as corretas medições de eficácia da publicidade, incluindo a medição de mudanças de atitudes e comportamento provocadas pela publicidade, como a subida nas visitas do site, consultas de pesquisa de marcas e vendas online/offline. Também podem fazer isso não usando os cliques como a medida da eficácia de um anúncio. A pesquisa da comScore tem revelado que não há relação entre as taxas de cliques e o impacto da publicidade.
Podem fazer isso também medindo o grau até onde o plano de media [compra de espaço comercial] foi realizado como planeado, isto é, atingiu os correctos públicos demográficos, com a penetração [reach] e a frequência planeadas e a visibilidade necessária (oportunidade de ser visto)? Há igualmente que assegurar que a criatividade da publicidade foi testada e que revela mostrar o que se pretende comunicar.

Fonte: Dinheiro Vivo

Também quando lhe perguntaram Se uma marca está a testar a sua entrada nos media sociais, o que recomendaria? Fulgoni não tem dúvidas:

Que começasse no Facebook e tentasse atrair o máximo possível de fãs e enviar-lhe comunicações de marca no seu feed de notícias (não na página dos fãs que raramente é visitada pelos fãs logo após se tornarem fãs). Depois monitorizar de que modo as comunicações são amplificadas à medida que passam para os amigos dos fãs. Finalmente, medir o impacto dessas comunicações no comportamento dos fãs usando as métricas que já referi.

Fonte: Dinheiro Vivo

Ler entrevista na íntegra AQUI.