Tag Archives: City Marketing

Do «Marketing city» para o «Branding city»

17 Nov

«The brand territory matrix – developed by Gildo Seisdedos (IE Business School) and Cristina Mateo (Madrid Global – Madrid City Council) provides a fresh look into the way cities – and place brands in general – can use local commercial brands as an strategic asset».

Também em From city marketing to city branding, a tese de Mihalis Kavaratzis, pode ter acesso à transformação de três cidades europeias: Amesterdão, Budapeste e Atenas.

It describes the transition from city marketing to city branding by identifying the roots of city marketing in general marketing theory, by adapting the concept of corporate-level marketing for the needs of cities and by analysing in depth the components and processes involved in city branding.

Anúncios

O Marketing das Cidades será o tema da 2ª Edição do ISVOUGA Marketing Sessions dia 19 de Novembro às 10h.

8 Nov

Os autores do livro, “City Marketing – MyPlace in XXI – Gestão Estratégica e Marketing de Cidades”, Duarte Magalhães e Joaquim Pereira são os oradores convidados da 2ª edição do ISVOUGA Marketing Sessions no dia 19 de Novembro pelas 10h no Auditório do ISVOUGA.

O marketing na cidade é único, porque é um serviço, é uma ideia, é uma experiência. Existem alguns pontos para criar uma imagem positiva e eficaz de uma cidade turística. Dar ênfase aos edifícios, monumentos, sistemas de transportes e ruas, criar uma boa imagem através da beleza, excitação, charme, valor artístico, live style, valores dos residentes locais, simpatia e atitude amistosa dos residentes, etc. Juntar características únicas , particulares que consigam posicionar a cidade como única, original, diferente.

A cidade como produto é parte da experiência que o turista quer adquirir, a imagem que ela transmite, os serviços e eventos produzidos na mesma, é o que deve ser promovido na comercialização de um destino turístico. Exemplo de uma CIDADE/MARCA Paris ou CIDADE/MARCA Londres.

A Cidade deve ser promovida através de packaging, da marca, slogan, (como falamos anteriormente), e colocá-los na mente do potencial visitante, juntamente com os benefícios que uma visita irá proporcionar. Criar um plano de produção, relações públicas, incentivos de marketing directo etc. E certificar-se que esta promoção é bem transmitida e chega aos meios de comunicação que a levam ao consumidor.

Porque um gestor exigente deve começar por fazer as perguntas em vez de ter sempre todas as respostas, contamos com a participação de todos!

Entrada livre

Referências ao tema: http://mktportugal.com/blog/?p=1163