As funções do marketing e do marketeer na empresa por Maria Pintado

29 Fev

Quando definimos o que é o marketing, encontramos diferentes e várias formas de a definir. Resumidamente, “marketing sem números é filosofia” (Mena, 2011). Por isso, “A natureza do Marketing não é servir o cliente. É avançar, cercar e vencer a concorrência. É estar em guerra onde ela é o inimigo e o consumidor é o terreno a conquistar” (Philip Kotler,2008).

As funções do mesmo numa empresa são:
– Determinar que produtos ou serviços poderão interessar aos consumidores, assim como a estratégia que irá ser utilizada nas vendas, nas comunicações e no desenvolvimento do negócio;
– As atividades abrangidas por um gestor de marketing são de um leque muito alargado, uma vez que vão desde o estudo de mercado, à definição de uma estratégia, à publicidade, às vendas e à assistência pós-venda.
Assim, o Marketing planifica.
Por sua vez, um CMO (Chief Marketing Officer) ou um marketeer, segundo Philip Kotler faz cinco coisas numa empresa:
– Fortalece a marca corporativa e, a marca que está dentro da empresa;
– Proporciona uma medida de responsabilidade porque o CEO (Chief Executive Office) quer saber no que é que estão a investir mal;
– Deve identificar novas oportunidades;
– Medir as mudanças no panorama do consumidor para que não se percam de vista os novos valores em jogo. A finalidade do marketing é criar valor e satisfação no cliente, gerindo relacionamentos lucrativos para ambas as partes.

A guerra entre o Departamento de Vendas e Marketing tem de acabar, porque a “tensão” entre ambas está a “estrangular” os proveitos que cada uma delas pode dar em conjunto (as duas complementam-se).

Sobre marketing e estratégia é aconselhada a leitura do livro “Blue Ocean Strategy”, teoria criada por W. Chan Kim e Renée Mauborgne que descreve como as empresas devem agir para se diferenciar no mundo dos negócios.

Temos ainda uma comparação bélica: antes o marketing dizia “Preparados, Apontar, Fogo”, mas atualmente não tem tempo para isso, tem que ser rápido, eficaz e “Fogo, Fogo, Fogo”. O que isto quer dizer, é que antigamente o número de empresas em que existia departamento de marketing era menor e, por isso, dava tempo para seguirmos as indicações da ciência bélica. Hoje, devido ao facto que a grande maioria das empresas têm departamento de marketing e concorrem num mercado em constante evolução, obriga a uma agilização constante das leituras do mercado e, rapidamente fazer-lhes frente, ou seja é um pouco parecido com a guerrilha que se atira, muitas vezes, para vários sítios sem saber onde se encontram os alvos abater.

Maria Pintado
Aluna de 2º Ano LMPRP

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: