E na era 3.0 quais são as competências de RP?

24 Out

 

«At this point it is still uncertain as to the ultimate impact our floundering economy will have upon the public relations and marketing world. However, one thing is for certain. The PR/marketing industry has undergone a dynamic shift that requires a new set of skills and a deeper understanding of the power of the Web».

[Scott Meis]

Aproveitando o tema do primeiro seminário Isvouga Marketing Sessions, Marketing 3.0, a decorrer dia 29 de Outubro, sugere-se a leitura do artigo «PR 3.0 Do you have the skills to compete?».  Neste texto, de 2008, Scott Meis elabora uma proposta de 10 competências que um profissional de Relações Públicas deve possuir, se quiser estar inserido na era 3.0 e que podem permitir uma comunicação mais eficaz e adaptada às funcionalidades das redes sociais. Espera-se que a reflexão em torno destas competências ajude a estimular o debate no próximo sábado.

1. A capacidade de pesquisa.

2. Compreender a forma como se estrutura a Web.

 3. Compreender o significado de social media, nomeadamente, dominar as possibilidades de comunicação que as ferramentas online proporcionam.

 4. Aplicar estratégias de envolvimento a(c)tivo , ou como Meis destaca: «You comment, you critique, you add value to existing conversations».

 5. Conhecer e compreender a forma como se estruturam as ligações entre blogues, ou, dito de outra forma, aproveitar os blogues para espalhar a palavra.

6. As relações mediáticas podem beneficiar com os novos meios e acelerar o processo de divulgação da informação.

7. Ninguém necessita de dominar programação, mas alguns conhecimentos em html, dreamweaver, etc podem vir a ser uma mais-valia na hora de mostrar serviço, na opinião de Meis.

8. Possuir conhecimentos básicos de fotografia e vídeo.

9. Domínio da escrita. Os conteúdos escritos continuam a ser imprescindíveis no universo online. O que é exigível é a capacidade para associar a linguagem certa ao meio adequado.

10. Se o trabalho de Relações Públicas nem sempre pode ser quantificado, pelo menos a consciência da necessidade de apresentar resultados e medição de ações deve ser ponderada, até porque: «Clients like results. It’s no longer just about quantity of hits or press clips. It’s about quality of conversation and social influence. Be able to recognize and justify to clients how key blog mentions and placements frequently hold more value and influence over traditional media placements». Portanto, exige-se algum conhecimento de ferramentas de análise para medir o impacto do trabalho desenvolvido.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: